Saúde 28/11/2016

Como Estimular o Cérebro.


Talita Gentil escreve sobre este tema em sua coluna.


Como estimular o cérebro

 

O cérebro, como todo mundo gosta de dizer, é como um músculo: para se desenvolver, precisa ser exercitado. E mais: se você não “malha”, os neurônios se perdem. Apesar do grande desenvolvimento do cérebro ser durante a infância, o órgão nunca deixa de criar e reformar conexões entre as células.

 

Para que isso ocorra, basta manter a atividade intelectual sempre em alta. Exercícios físicos e alimentação saudável também colaboram muito no funcionamento dos neurônios, pois ajudam a manter o cérebro irrigado e distante do estresse excessivo.

 

Além disso:

 

- Use o relógio de pulso no braço direito;

 

- Ande pela casa de trás para frente;

 

- Se vista de olhos fechados;

 

- Estimule o paladar, coma comidas diferentes;

 

- Veja as horas num espelho;

 

- Troque o mouse do computador de lado;

 

- Escreva ou escove os dentes utilizando a mão esquerda ou a direita, se for canhoto;

 

- Quando for trabalhar, utilize um percurso diferente do habitual;

 

- Selecione uma frase de um livro e tente formar uma frase diferente utilizando as mesmas palavras;

 

- Experimente jogar qualquer jogo ou praticar qualquer atividade que nunca tenha tentado antes.

 

- Compre um quebra cabeças e tente encaixar as peças corretas o mais rapidamente que conseguir, cronometrando o tempo. Repita a operação e veja se progrediu;

 

- Experimente memorizar aquilo que precisa comprar no supermercado, em vez de elaborar uma lista;

 

- Recorrendo a um dicionário, aprenda uma palavra nova todos os dias e tente introduzi-la (adequadamente!) nas conversas que tiver;

 

- Ao ler uma palavra pense em outras cinco que começam com a mesma letra;

 

- Estude línguas, quanto menos raízes uma língua estrangeira tem em comum com o português, mais estimulante.

 

Você só estimula o cérebro se o exercita, por isso quem sempre esteve atento a esta questão terá menos problemas de saúde cerebral, como demência e doenças cognitivas, como Alzheimer.

Desenvolvimento: PWI

© 2011 A janela de Paraty. Todos os direitos reservados.